13 de jan de 2014

O Pulo da Gata - Isto É - Por Geovana Pagel. Confira!

A empresária cearense Sylvia Araújo está acostumada a dar entrevistas, posar para fotos e distribuir autógrafos por onde passa. Dona da rede de lojas de móveis Sylvia Design, em São Paulo, que vende 40 mil estofados e atende mais de 60 mil clientes por ano, Sylvia ficou conhecida por usar fantasias extravagantes para anunciar seus produtos na televisão. A de maior destaque, e que acompanha a marca até hoje, foi a de mulher-gato. Extrovertida e ambiciosa, Sylvia é uma vendedora nata, como é definida por todos que trabalham com ela. A empresária foi gerente de loja por vários anos na Teodoro Sampaio, tradicional rua de móveis no bairro paulistano de Pinheiros. 
 
34.jpg
Self made Woman: Sylvia Araújo trabalhou como vendedora de loja e abriu seu negócio com R$ 8 mil.
Hoje, fatura R$ 180 milhões e atende 60 mil clientes por ano
 
Em 2002, abriu sua primeira loja, com escassos R$ 8 mil. Seu foco, até então, eram os clientes das classes C, D e E. Agora, dona de um faturamento de R$ 180 milhões por ano, Sylvia se prepara para dar o seu salto mais ousado: quer atender também os consumidores da classe A e engordar suas receitas – só as receitas. Desde dezembro do ano passado, Sylvia criou um espaço dedicado a móveis italianos no andar superior da Sylvia Design Prime, localizada no bairro de Santana, na zona Norte de São Paulo, uma de suas cinco megalojas, com mil metros quadrados de área cada uma, na capital paulista. Batizada de Salottitalia, essa área exclusiva também será aberta na loja que ela vai inaugurar em Moema, com o objetivo de atender a elite paulistana. 
 
“Estamos trabalhando muito para chegar a esse público”, diz Sylvia. A empresa investe também R$ 20 milhões na construção de um depósito próprio. Apesar da aposta no público mais endinheirado, Sylvia garante que não vai deixar de atender os atuais clientes. “Queremos e podemos atender todas as classes sociais”, diz ela. “Nossas lojas têm um mix extremamente variado de produtos para todos os gostos e bolsos.” De acordo com a diretora de desenvolvimento e projetos da consultoria de marketing Troiano, Andréa Russo, a estratégia de ampliação de atuação de uma marca requer a avaliação de diversos pontos. “É preciso analisar o tamanho do mercado, se tem espaço para uma nova marca, localização, produtos, preços e se a identidade visual está adequada para a entrada nesse novo segmento social”, afirma Andrea. 
 
A rotina de celebridade vivida por Sylvia, porém, contrasta com seu passado. Ela nasceu Josefa Adecilda da Silva e morou com os pais e os seis irmãos – cinco mulheres e um homem – num sítio em Barros, no Ceará. A família só dispunha de um jegue para se locomover, mas Sylvia sonhava na velocidade de um Porsche, modelo de carro que dirige atualmente. Com 16 anos, após três dias num ônibus comendo frango e farinha, chegou a São Paulo trazendo na mala poucas peças de roupa e muita vontade de trabalhar. Quando conseguiu seu primeiro emprego como empacotadora de brinquedos, ela precisou fazer um crachá com seu nome. O problema, segundo ela, era que Josefa não serviria para seu objetivo de vida: destacar-se. 
 
Então, ela escolheu Sylvia, com “y”. “Hoje muitas pessoas me chamam de Sylvia Design”, diz a empresária. E dá mesmo para confundir a pessoa física com a jurídica. Sylvia faz questão de acompanhar tudo de perto. Bonita e vaidosa, ela acorda bem cedo para malhar e às oito horas já está no escritório administrativo da rede. Depois, passa o restante do dia visitando as lojas. Trabalha de domingo a domingo. “Gosto de conversar com os funcionários, atender os clientes, ouvir sugestões e críticas”, afirma Sylvia. Para ela, vender é a arte de conhecer muito bem o seu produto. Aqueles que entendem essa lição se dão bem. Os melhores vendedores recebem bônus e até carros novos da patroa.

Fonte: http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/110369_O+PULO+DA+GATA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!
Volte sempre!
Sylvia Design.